Subscribe

Google +

Organização: destralhando a casa toda!

by - terça-feira, setembro 12, 2017

Por volta de umas 3 ou 4 semanas atrás comecei uma limpeza forte aqui em casa, e não tô falando só de limpeza que tira a sujeira, mas sim daquela limpeza que a gente tira tudo de dentro dos armários e vai fazendo um vendaval pelas coisas guardadas!
Por muitas vezes durante a vida eu arrumei gavetas e armários, passava um paninho no que sujou de ficar parado, organizava as coisas bagunçadas e colocava praticamente tudo de volta, mas dessa vez tá sendo completamente diferente! Dessa vez eu tô me desfazendo de várias coisas, sem dó nem piedade!


Quem nunca guardou coisas só porque achou bonitinho, porque tava com peninha de colocar fora e porque pensou que um dia ia precisar, mas que nunca de fato precisou? Eu fui dessas, e confesso: pra algumas coisas ainda sou! Mas hoje em dia tô cada vez mais desapegada!

A gente sempre pensa em primeira mão que desapegar é só de roupas e sapatos, mas não é bem assim que a banda toca! Se a gente for olhar nos outros cômodos da casa, especular nos armários e nas caixas que estão em algum canto escondidas, a gente vai encontrar muita coisa que de fato não tem um valor útil atualmente.

Nesta minha saga de arrumação já destralhei diversas coisas como: cartões de visita, convites e lembrancinhas, contas antigas que não eram mais necessárias manter, maquiagem vencida, bijuterias velhas, cds de software defasados, revistas que eu não lia mais há anos... e muitas e muitas coisas que agora esqueci, só sei que deram várias sacolas de lixo.


Durante a minha sessão desapego, também me deparei com coisinhas que estavam novinhas, que eu sempre guardava por pena de colocar fora, mas que dessa vez olhei pra elas de maneira diferente e pensei: com quem isso combina? Então separei várias coisas minhas como: objetos de decoração, maquiagens novas, algumas roupas e uns acessórios, e dei para amigas minhas que vão realmente usar e não vão deixar as coisas paradas. Vamos fazer a energia circular né? E também vamos entender que não é só porque algo não serve mais pra gente, que não vai servir pra outra pessoa! Um exemplo básico disso, é sobre um conjunto de colar e brincos que ganhei em algum momento da minha vida e nunca usei, tava ali lindo e novinho, mas que nunca combinou com o que eu gosto de usar, então pensei na minha vizinha que adora o estilo que essas peças representam, eu perguntei se ela queria e ela ficou super feliz em ganhar! ♥

E além dessas coisas que dei pras amigas, também separei algumas peças de roupa que foram pra doação e outras que coloquei a venda nos brechós do Facebook aqui da minha cidade!

Então o recado é: destralhe e desapegue, mas tenha também consciência, okey?

E a lição que eu tenho levado bem na minha cara todo santo dia quando mexo em uma gaveta nova, é que: eu nunca mais vou comprar tanta coisinha só porque me empolguei. Achei muita coisa guardada de quando eu tinha 15 anos e lembro do que minha mãe falava nessa época: "tu compra muita miudeza, Bianca!" Vocês não tem noção do quanto eu gostava de objetos de decoração e de bijuterias quando eu era mais nova, e o apego era tão grande, que boa parte das coisas mantive até agora, perto dos 30 anos! Ainda não tive coragem de me desfazer de absolutamente tudo porque tô ainda em um processo de mudanças internas, mas muitas dessas coisas já se foram, e fico muito mais aliviada por isso! 

E minha meta de vida pra essa casa que habito é ter mais espaço, é ter menos coisas entulhadas, é saber que o que tenho guardado é útil pra mim em algum momento dos meus dias e que tudo que tenho faz sentido eu ter!

Não sei se todo mundo que chegar aqui vai ter paciência de ler esse baita textão e nem se vai se identificar com o que eu tô sentindo, mas de uma coisa pode ter certeza: tô me sentindo muito melhor com essa reorganização da casa, me sentindo em estado de evolução exercitando o desapego e fazendo as energias circularem no ambiente!

Obrigada a você que leu tudinho!
Um beijo enorme, e até o próximo post! 

Você também vai gostar de ler:

1 Comentários

  1. Super me identifico
    Mas eu ainda preciso começar a desapegar de muita coisa!
    Tento n comprar tanto como antes, n tá fácil, confesso
    heheheheehehehehe
    mas é uma meta sim, comprar o essencial e usar mt o que já tenho!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir