Subscribe

Google +

Não deixe a peteca cair

by - domingo, junho 21, 2015

Ultimamente tenho tido vontade de deixar meu blog cada vez mais pessoal, vejo tanto do mesmo em tantos lugares, que me sinto meio repetitiva quando posto determinados conteúdos aqui, mas em contrapartida eu penso que por mais parecido que sejam, eu proporcionei conteúdos com a minha pegada e com o meu ponto de vista. Enfim, é difícil decidir e na dúvida, se eu estiver com vontade e tempo, eu postarei.


A verdade é que essa introdução nada tem a ver com o título do post, foi apenas um pensamento que passou pela minha cabeça quando resolvi começar esse texto e quis compartilhar com vocês. O fato é que ultimamente ando meio deprê, meio pra baixo e eu resolvi abrir meu coração no blog. Tem dias que eu acordo e fico pensando: o que é que eu tou fazendo aqui? Fico pensando no que eu era e no que eu estou sendo hoje. Num passado não muito distante eu era uma garota cheia de gás, ligada no 220, com vários projetos e planos pro futuro. Agora? Ando tão parada, parece que a vida tá passando por mim e eu tou só no camarote assistindo, a maioria das coisas que eu vou fazer eu faço porque tem que ser feito, não é todo dia que eu tou afim. Tou me sentindo realmente depressiva, como diz meu pai: parada no tempo. Eu olho pras coisas e parece que tem alguma coisa que me segura pra não fazer, não sei explicar, mas tá muito ruim isso e tá bem complicado de lidar.
Na casca, quem olha pra mim, deve achar que tá tudo bem porque eu disfarço direitinho na frente dos outros, tou tentando não deixar a peteca cair e dar a volta por cima o mais rápido possível, sei que depressão não é brincadeira e eu não tou nenhum pouco afim de cair nesse buraco.
Não consigo também entender essa minha situação, já que tenho muitas coisas boas na vida e aparentemente não devo ter motivos pra sentir desânimo e nem reclamar, mas é tão complicado... Nos dias que eu acordo de boa e entusiasmada eu peço a Deus que me deixe com esse sentimento em todos os outros dias, mas infelizmente é algo que vem de mim e eu nem consigo controlar.

Você também vai gostar de ver:

OBRIGADA PELA SUA VISITA!

Se você tiver alguma dúvida relacionada as peças que ensinei, faça sua pergunta diretamente nos comentários da vídeo aula, lá no meu canal do Youtube.

Para acessar o vídeo, é só clicar no título da vídeo aula que está no post ou no link que deixei indicando a vídeo aula.

Se você quiser, também poderá olhar a aba FAQ aqui do blog para consultar se sua dúvida está lá. :)

Até mais! ❤

10 Comentários